Estamos vinculados

Estamos vinculados
INSTITUTO CONTA BRASIL - “Unir-se é um bom começo, manter a união é um progresso, e trabalhar em conjunto é a vitória.” Henry Ford

ENCONTRO DE CONTADORES DE HISTORIAS FOI UM SUCESSO!


Nosso Grupo recebeu uma homenagem linda da BIBLIOTECA EPIFÂNIO DOREA. Muito bom !!! Obrigada Claudia e Sônia, pode contar com a gente sempre!
O trofeu tem os dizeres:
"Ao Grupo Hannah de contadores de historia, pela contribuição cultural nas ações de incentivo a leitura realizadas nas bibliotecas publicas Epifânio Dóres e Biblioteca Infantil Aglaé Fontes."




E PRA QUEM ESTEVE LÁ E GOSTOU DO CONTO DE JOÃO JILÓ, É SÓ CONTAR.....

JOÃO JILÓ


Lembro-me de uma história de meu livro do curso primário: AS MAIS BELAS HISTORIAS, que era muito engraçada. Era a história do João Jiló. E passamos a conta-la assim...

Ele poderia se chamar João melancia, quiabo, banana, mas era chamado por João Jiló, sabe-se lá porque...

Numa sexta feira da paixão, João Jiló sai para caçar. Não era dia de caça, mas de igreja e de casa, segundo a história.

Já começando na contramão, depois de muito caminhar, João Jiló encontra-se, ao que parecia, com a única presa da floresta, um velho e magro passarinho que, ao perceber as intenções do exausto caçador a apontar-lhe a espingarda, suplica-lhe: “Mire devagar, João Jiló, porque dói, dói, dói.” João Jiló não faz atenção às súplicas da pobre ave que, agora, replica: “Atire devagar, João Jiló, porque dói, dói, dói.”
O processo de depenar o galo passou pelos mesmos resmungos: “Depene devagar João Jiló, porque....”; “Cozinhe devagar João Jiló, porque...” Em todo o momento, o velho não deu ouvidos ao passaro falante e, enfim, o pôs na panela. Depois de cozido ele come e vai se deitar. Mas acorda assustado com a barriga enorme, a ave crescendo la dentro. João suplica: "Sai dai passarinho, não aguento mais" O passaro responde: -"Sair por onde João Jiló??" "Pelos olhos" "Pelos olhos não, João Jiló, tem remela" "Então pelo nariz" "Não, que tem catarro" E assim o pássaro não quer sair por buraco nenhum, até que resolve sair pelo umbigo. Quando sai, esta todo iluminado e voa ate a torre da igreja e passa a proteger toda a cidade. E vive lá até hoje.

FIM

No encontro a pesquisadora Aglaé Fontes recomendou este conto de rara beleza.


#################
E AGORA O CONTO DE FADAS MAIS SOLICITADO PELAS CRIANÇAS, EM HOMENAGEM A FLORZINHA MILENA QUE DEUS LEVOU PARA BRINCAR COM ELE NO SEU JARDIM. PARECE QUE VEJO SUA FIGURINHA MAGRINHA PELOS CORREDORES DA ONCOLOGIA DIZENDO: NÃO AGUENTO MAIS OUVIR D.BARATINHA, MAS PODE CONTAR QUE EU GOSTO!


ra uma vez uma linda Baratinha.

Gostava de tudo muito limpo e arrumado.


Um belo dia, Dona Baratinha varria o jardim de sua casa quando encontrou uma moedinha. Ficou muito feliz!

Rapidamente, tomou um banho, colocou um vestidinho bem bonito, uma fita no cabelo e ficou na janela da sala de sua casa cantando assim:


"Quem quer casar com a Dona Baratinha,
que tem fita no cabelo e dinheiro na caixinha?"
ogo, logo começaram a chegar os pretendentes.

O primeiro que passou foi o Senhor Boi, muito bem vestido.

Dona Baratinha perguntou então para ele:
- Que barulho o senhor faz quando dorme? E ele respondeu:

- Quando eu durmo, o meu ronco é assim - MUUUUU...........

- Saia já daqui! O Senhor me assusta com todo esse barulho!
Dona Baratinha voltou para sua janela, cantando a mesma canção.

"Quem quer casar com a Dona Baratinha que tem fita no cabelo e dinheiro na caixinha?"
Um tempo depois passou um jumento todo arrumadinho e falante, dizendo:

- Eu serei o marido ideal para a Senhora.


quando o senhor dorme, como é o barulho que o senhor faz?
- Eu faço assim - Ióh..Ioh...Ióh...Ióhooooooo.........
Assustada Dona Baratinha mandou que ele saísse e nunca mais passasse por lá para assustá-la novamente.


Depois de algum tempo,já desanimada, Dona Baratinha recebeu uma visita inesperada. Era o Senhor Ratão, muito falante e animado:


- Senhora Baratinha, estou muito apaixonado pela senhora e pretendo me casar logo, logo.

A senhora aceita?
Mais uma vez,Dona Baratinha perguntou:
- "Como o senhor faz para dormir?"
Senhor Ratão disse:
- Eu sou muito discreto em tudo que faço.

Até para dormir, meu ronquinho é muito baixinho e dificilmente eu ronco!

É assim:

- iiiihhhhiiiiihhhhhh.......


- Que maravilha! disse Dona Baratinha! Esse barulho não me assusta, até parece uma suave melodia. Com você eu quero me casar e tenho certeza que seremos felizes para sempre!!!!


Logo foram marcando a data do casamento e preparando a festa.

Dona Baratinha pediu para suas amigas Abelhas, Formigas e Borboletas prepararem uma gostosa feijoada, sucos de diferentes frutas e muitos doces!

No dia marcado, a noiva já estava esperando na igreja toda preocupada, porque todos os convidados estavam lá também, só faltava o querido noivo.


Corre daqui, pergunta dali e nada! Ninguém sabia do paradeiro do distinto cavalheiro.O que será que tinha acontecido com ele? Todos se perguntavam...


....Acontece que Senhor Ratão era muito guloso.Não resistiu esperar pela surpresa da festa que a noiva havia lhe preparado. Então, aproveitando que todos já estavam na igreja ele foi até a casa das amigas de sua noiva onde tudo estava prontinho e arrumadinho e foi investigar os comes e bebes.

Quando sentiu o cheirinho apetitoso da feijoada, resolveu subir na panela e experimentar um pouquinho....
Acontece que Senhor Ratão perdeu o equilíbrio e caiu na panela do feijão! Como não tinha ninguém em casa ele não se salvou, morreu afogado dentro da gostosa feijoada!!!
uando soube do acontecido, Dona Baratinha triste ficou.

Voltou para sua casa e continuou a vidinha de sempre, cantando e procurando um noivo.

FIM



QUER MAIS HISTORIAS? ACESSE OS ARQUIVOS DO BLOG, TEM MUITAS NAS POSTAGENS ANTIGAS.

Postar um comentário